Sobre o Bragantino-PA fora de casa pela Série D, técnico do Fast define: “Vamos buscar a vitória”

212

Manter a liderança do grupo A, com quatro pontos e superar um adversário direto pela vaga e motivado para assumir a primeira posição. Diante disso, o Fast Clube joga com o Bragantino-PA, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, nesta quarta-feira, 30/9, no Estádio Diogão, na cidade de Bragança, no Pará.

Jogar fora de casa sempre é difícil por vários motivos, mas o treinador Lecheva afirmou que o Fast não vai abrir mão de seu estilo.

– É importante está somando pontos, ou seja, um ou três sempre é importante fora de casa. Nossa equipe tem uma identidade, uma maneira de jogar e não vamos fugir a essa característica. Vamos buscar a vitória, jogar normalmente como jogamos sempre, mas sabedores também que um empate com o Bragantino não é nenhum resultado desastroso e nada fora do normal, assim como também não seria uma derrota, mas isso não está em nosso pensamento – explicou, mas alertou ao SPORTS MANAUS.

– Sabemos que vamos jogar com uma equipe qualificada, que já tem uma base junta algum tempo, um ritmo de jogo melhor do que a gente, além disso, ainda participaram nessa fase de pandemia de alguns jogos do campeonato estadual, diferentemente do Fast. Estamos bastante confiantes de fazer um bom jogo e trazer o resultado positivo – contou.

Com cada jogo sendo decisivo, o comandante do Tricolor de Aço, considera o time paraense o mais perigoso até agora na Série D, pois a campanha mostra a qualidade do adversário.

– Com certeza, esse é um jogo senão o mais difícil é um dos mais dentro da nossa chave, principalmente porque conheço o Bragantino, já tem uma base de pelo menos dois anos. Com essa base, o time conseguiu resultados expressivos. Por exemplo, ano passado na Copa do Brasil foi bem e chegando em semifinais no campeonato estadual e hoje é um dos líderes. É um time muito forte jogando aqui em Bragança, mesmo não tendo o apoio do torcedor – relatou, mas por conta do bom resultado na estreia e o futebol em campo, é ciente de que todos vão jogar para superar o Fast.

– O próprio treinador do Rio Branco, após o jogo foi nos cumprimentar. Agente fica feliz, mas sabemos que isso gera um expectativa muito grande e uma responsabilidade maior ainda. Nós temos um trabalho bastante consistente. Sempre é bom ser o protagonista. Eu nunca quero ser o coadjuvante, quero sempre ser o protagonista em todas as competições. Temos um grupo qualificado, e a forma que as outras equipes ver a gente é natural, mas temos que trabalhar bem e forte para superar os adversários – comentou Lecheva.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.