SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Valendo vaga na Copa SP, técnico do Red Bull considera jogo difícil com Nacional

Foto: Fernando Roberto / Red Bull Brasil 

Segundo colocado no grupo 06, com três pontos, mas pelo critério de desempate, o Red Bull Brasil tem um compromisso decisivo com Nacional, pela 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior, nesta quinta-feira, 09/01. O jogo válido pela última rodada da fase classificatória, será realizado no Estádio Benito Agnello Castelani. O Benitão, às 17h (Brasília), na cidade de Rio Claro, no interior de São Paulo.

Em sua segunda passagem pelo clube, o treinador Juninho Chicchinato, 43 anos, afirmou ao Sports Manaus, que terá pela frente um adversário muito difícil e qualificado. Para ele, a preparação do time coloca em condições de conseguir um resultado positivo.

– O grupo está focado, a gente sabe da necessidade do placar, sabemos que o empate nos classifica, mas o Red Bull tem uma proposta de jogar através do resultado positivo, que seria a vitória. Vamos dessa forma enfrentar o Nacional, que é um time muito qualificado, sabemos das dificuldades que vamos encontrar, mas acreditamos que estamos preparados. A gente vem no desenvolvimento de uma preparação para esses três jogos a tempo, e esperamos agora concretizar automaticamente com a classificação – explicou, mas já estudou tudo sobre o time amazonense.

– Sim, observamos os dois jogos do Nacional, com Paraná e depois na vitória contra o Velo Clube. Foram duas partidas diferentes, duas propostas diferentes, dois sistemas de jogos diferentes. De um jogo para outro, alteração de três atletas. Para essa partida agora, temos que ver qual será o procedimento que o treinador do Nacional vai fazer? Ele terá um desfalque de um jogador com dois amarelos. Nós procuramos estudar as duas formas que eles atuaram nessa competição – disse, mas lembrou que o time amazonense já vem de bons resultados nas competições locais, por isso, considera o Nacional muito perigoso.

– A gente observou que o sub-19 e sub-21 atuaram no Campeonato Estadual, no qual obtiveram o título. Estamos procurando preparar da melhor maneira possível para neutralizar os pontos fortes e tentar aproveitar de alguma maneira, alguma falha, caso ocorra do Nacional, dentro do estudo que estamos fazendo, usar a nosso favor e procurar a vitória – completou o comandante do Red Bull.

Com um grupo em que todos os times somam três pontos, Juninho Chicchinato, afirma que é um dos mais difíceis de toda competição, se não o mais complicado. Para ele, isso mostra o nível de competividade dos times, mas principalmente que na Copinha tudo pode acontecer.

– Com certeza, acho que toda competição com os clubes e tantos grupos, o nosso é o mais equilibrado, onde as equipes estão na mesma situação. A Copa São Paulo em si, não somente o nosso grupo, ela é disputada jogo a jogo. Já tive a oportunidade de participar de mais de oito Copas. O Nacional elaborou uma estratégia com Paraná e uma outra estratégia contra o Velo Clube. O grupo é muito competitivo, muito qualificado, jogos difíceis, com certeza, esse jogo de classificação diante do Nacional vai ser uma grande pedreira – alertou.

Outras postagens...

Design Community Built Omaha Fashion Week From The Runway Up

Paulo Rogério

São Raimundo passa pelo Fast e vence a primeira no segundo turno

Paulo Rogério

Meet The Women At The Head of The Gym Revolution

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol