SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSESÉRIE D

Após goleada, técnico do Fast afirma sobre o Galvez-AC pela Série D: “Jogo de seis pontos”

Em sexto, com nove pontos, o Fast só pensa em uma vitória fora de casa para sonhar com uma vaga no grupo para a próxima fase da Série D

Embalado com a goleada na rodada anterior, após ficar cinco jogos sem vencer, o Fast Clube quer virar sua história até agora no Campeonato Brasileiro da Série D, em sexto lugar, com nove pontos e buscar a classificação para a próxima fase da competição. Pela 10ª rodada, o Tricolor de Aço tem uma partida decisiva diante do Galvez-AC fora, terceiro colocado, com 15 pontos. O confronto pelo returno do grupo, será neste domingo, 8/8, às 17h local, na Arena Acreana, em Rio Branco. 

Sem outra alternativa a não ser vencer, o técnico Ricardo Lecheva, afirmou que o grupo fastiano está ciente de que precisa conquistar o resultado. Para ele, a partir de agora todos os jogos são uma decisão de campeonato para o Fast.

– O panorama é bem esse de um ‘jogo de seis pontos’. O Galvez é o terceiro colocado, e não será alcançado por ninguém e não será ultrapassado, assim como não alcança ninguém, já que o São Raimundo e o Castanhal, que estão na frente, não podem ser alcançados. Eles correm risco e sabem da importância deste jogo. O time vai querer a vitória, da mesma maneira que o Fast para ficar dependendo somente de si para se classificar, mas precisa vencer, porque o resultado do empate não é bom – explicou ao SPORTS MANAUS, mais ainda ressaltou.

– Sabemos que vamos encontrar muitas dificuldades, mas a última partida com a vitória acabou nos dando uma motivação a mais, até mesmo de confiança, que é necessário. Precisamos estar confiantes em tudo que fazemos. O último resultado nos deu isso, nos devolveu. Acredito que temos condições plenas de realizar mais uma vez um bom jogo e conseguir trazer os três pontos – concluiu Lecheva.

De acordo com o comandante do Tricolor de Aço, o elenco precisava de um bom resultado, pois não veio antes por questões de detalhes ou pelas circunstâncias, mas já mostrava uma evolução no desempenho.

– A gente sabia que a vitória era questão de tempo, desde que assumimos, a evolução da equipe foi bastante nítida. Fizemos dois jogos muito bom contra o Castanhal. No primeiro, um resultado totalmente acidental, onde a equipe teve o melhor desempenho. Depois o jogo em Castanhal  foi equilibrado, com poucas chances de ambos os lados, com um gramado ruim, onde a equipe da casa aproveitou melhor e mais uma vez numa bola parada – finalizou. 

 

Outras postagens...

De olho nos três pontos na estreia da Série D, técnico do Trem-AP encara o Manaus e avisa: “Dentro de casa é sempre uma obrigação”

Paulo Rogério

Após a estreia, Walter visa título estadual e uma boa campanha na Série D e diz: “Vim para ajudar o Amazonas”

Paulo Rogério

Com placar apertado, Manaus vence Iranduba e garante vaga na semi do Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...