SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL NACIONALSÉRIE A

Coritiba bate Goiás com golaço de Alef Manga e consegue a sua primeira vitória no Brasileirão

Da redação do Sports Manaus, com informações – Lance! – Futebol Latino – Publicada em 03/07/2023 – 21:59 – Goiânia (GO) – Atualizada em 04/07/2023 – 00:28

Coritiba bate Goiás com golaço de Alef Manga e consegue a sua primeira vitória no Brasileirão

Foto: Gabriel Thá / Coritiba

 

Demorou 13 partidas, mas o Coritiba, enfim, ganhou seu primeiro jogo no Campeonato Brasileiro. Com direito a chamada ‘ Lei do Ex’, o Coxa venceu por 2 a 1 o Goiás, nesta segunda-feira (3), e alcançou os sete pontos conquistados. Os gols do Coxa foram de Alef Manga (ex-jogador do Esmeraldino que fez um golaço) e Kuscevic. Dodô descontou para os donos da casa.

Apesar do triunfo, a equipe segue na lanterna da competição, mas reduziu a diferença para o primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Corinthians, para cinco pontos. Por outro lado, o Esmeraldino perdeu a chance de escapar do Z4 com uma possível vitória, permanecendo na 17ª colocação com 11 pontos.

DISPUTA ACIRRADA
Seguindo as características de uma partida com grande importante na parte baixa da tabela, o componente de nervosismo esteve bastante presente logo nos primeiros minutos do confronto. Além dos dois sistemas de marcação privilegiarem ‘matar’ as jogadas com divididas mais ríspidas, as discussões após cada lance estavam acima do tom, sendo situações muito mais constantes do que jogadas capazes de assustar as metas defendidas por Tadeu e Gabriel, respectivamente.

A INFALÍVEL ‘LEI DO EX’
Justamente em momento em que o Goiás parecia ter assumido o controle das ações ofensivas, chegando com enorme perigo especialmente na batida de Matheusinho que passou perto da trave esquerda de Gabriel, um contra-ataque fatal inaugurou o placar na Serrinha. Porém, do lado visitante. Em lançamento feito pelo arqueiro do Coxa, Tadeu tentou atuar como líbero no domínio de Alef Manga, mas o camisa 11 do Coxa “chapelou” o ex-companheiro, ganhou na dividida do lateral-direito Maguinho e deu uma cavadinha para estufar as redes. O lance chegou a ser anulado por impedimento assinalado pela assistente Fabrini Bevilaqua, mas a revisão no Árbitro de Vídeo validou o tento.

MAIS PERTO DO ALÍVIO
Mesmo tendo estatisticamente por menos tempo a posse de bola, a representação visitante sofria poucos momentos de real perigo do empate, vendo o Esmeraldino exagerar nas bolas aéreas quando não cometia erros no momento de dar o último passe para finalizações mais agudas. Com isso, curiosamente, foi usando um escanteio que o Coritiba transformou o seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro em algo mais plausível quando Marcelino Moreno executou a batida no lado direito e Kuscevic, acertando a própria coxa com sua cabeça, fez o suficiente para superar novamente Tadeu.

GOIÁS TENTA EVITAR, MAS JEJUM É QUEBRADO
O tempo complementar pode ser resumido com o cenário em que os goianos buscavam incessantemente os espaços de infiltração enquanto a representação paranaense, dona do resultado, não hesitava em recuar suas linhas e concentrar-se apenas a proteger sua retaguarda, saindo apenas em momentos oportunos para acelerar jogadas nas costas da defensiva do Goiás. Contando com a estrela tanto do técnico português Armando Evangelista como do jovem Dodô, os anfitriões conseguiram furar o bloqueio curitibano em jogada que contou com a ‘colaboração’ da defesa adversária. Após bola mal afastada, Palacios bateu forte e no rebote da defesa de Gabriel, Dodô, logo na primeira ação dentro de campo, diminuiu a distância no placar.

Dessa forma, o que já estava desenhado se tornou a verdadeira tônica do compromisso em que o Coxa Branca até teve duas excelentes chances quando Rodrigo Pinho e Robson chutaram para excelentes intervenções de Tadeu. Entretanto, até o apito final de Denis da Silva Ribeiro Serafim, o Coritiba cuidou muito mais do lado defensivo (contando com defesas importantes de Gabriel na cabeçada de Philippe Costa e em chute forte de Apodi) antes de comemorar o primeiro triunfo no Brasileirão 2023.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 1 x 2 CORITIBA

Campeonato Brasileiro – 13ª rodada

Local: Estádio Hailé Pinheiro, Goiãnia (GO)
Data/Horário: 3/7/2023, às 20h (de Brasília)
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL)
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Alesson, Bruno Melo, Maguinho e Zé Ricardo (GOI); Andrey, Diogo Batista, Gabriel, Matheus Bianqui, Thiago Dombroski, Thiago Kosloski, Luan Polli, Robson e Rodrigo Pinho (CTB).
Cartões vermelhos:

Gols: Alef Manga, aos 27’/1°T (0-1), Kuscevic, aos 42’/1°T (0-2), Dodô, aos 24’/2°T (1-2)

GOIÁS (Técnico: Armando Evangelista)

Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Bruno Melo e Sander; Zé Ricardo, Willian Oliveira (Morelli, aos 6’/2°T) e Guilherme Marques (Apodi, aos 22°T/2°T); Alesson (Julian Palacios, no intervalo) Matheus Peixoto (Philippe Costa, no intervalo) e Matheusinho (Dodô, aos 22’/2°T).

CORITIBA (Técnico: Thiago Kosloski)

Gabriel; Diogo Batista (Marcos Vinicius, aos 14’/2°T), Kuscevic, Thiago Dombroski (Henrique, aos 36’/2°T) e Jamerson; Matheus Bianqui, Andrey e Marcelino Moreno (Boschilia, aos 22’/2°T); Robson, Zé Roberto (Rodrigo Pinho, aos 14’/2°T) e Alef Manga (Kaio César, aos 22’/2°T).

 

Outras postagens...

Visando 2023, presidente do Fast revela conversa com técnico João Carlos Cavalo

Paulo Rogério

“Tem que manter a mesma pegada”, diz Yuri do Librade sobre o Nacional pelas quartas do Amazonense Sub-20

Paulo Rogério

Parintins mantém a regularidade, vence o Princesa por 3 a 0 e é semifinalista do Amazonense

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...