SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Sobre vakinha virtual, presidente do Rio Negro pede apoio de torcedores

Foto: Divulgação

Com o objetivo de ajudar o grupo que ficou responsável pelo departamento de futebol do Atlético Rio Negro Clube, quando disputou ano passado a divisão de acesso do estadual, a torcida Império Alvinegro e alguns torcedores do Galo da Praça da Saudade criaram uma vakinha virtual. Para quem quiser ajudar, pode acessar e fazer sua contribuição pelo link: vaka.me/1390983.

Para o presidente do Rio Negro, Jefferson Oliveira, esse auxílio de torcedores apaixonados pelo clube será importante para sanar algumas pendências da equipe executora do futebol profissional do clube.

– Com certeza, a torcida está ajudando o pessoal que assumiu o futebol terceirizado. Pedimos apoio de todos, pois são alguns integrantes da torcida que assumiram isso, nós estamos dando apoio. Eles estão fazendo para tentar pagar as pendencias que ficaram devendo aos jogadores e a comissão técnica – explicou ao SPORTS MANAUS, mas ainda citou.

– A gente sempre tem apoiado com o clube cedendo os espaços para fazer e tentar conseguir alguma coisa. Vamos iniciar uma campanha para ajudar no que tiver faltando, porque o que fica em jogo e o nome do Rio Negro, independente de quem toma conta. Acredito que até março tudo seja resolvido – finalizou o dirigente do Galo.

 

Outras postagens...

Com gols perdidos e bola na trave, Amazonas empata com Brusque-SC e decide o título da Série C fora de casa

Paulo Rogério

“Vamos aproveitar o fator casa”, disse técnico do Fast sobre jogo com América-MG pela Copa do Brasil Sub-20

Paulo Rogério

Em busca da vitória na Série D, técnico do Nacional define jogo com Princesa: “O fator casa tem que prevalecer”

Paulo Rogério

1 comment

Celso Coelho fevereiro 16, 2021 at 9:06 am

“O TEMPO PASSA TORCIDA BRASILEIRA” Essa era uma frase do grande narrador, o saudoso, Fiori Giglioti da rádio bandeirante, no limiar de uma partida de futebol. Eu a estou usando para destacar que para o Rio Negro, o tempo passa e a partida não acaba nunca. Entra a ano sai ano e a “VAKINHA” continua, presencial ou virtual ela terá sempre as cores alvinegras do galo da praça da saudade. Nos meus tempos de Manaus ela era presencial, pois era em forma de Feijoada. Mas o objetivo era o mesmo: Arrecadar fundos para pagar os compromissos com o time de futebol. 11 anos se passaram da minha saida de Manaus. E vendo hoje a materia da VAKINHA VIRTUAL. Infelizmente me fica a costatação, que a demolição do também saudoso Vivaldão e a maldita construção da Arena da Amazônia foram capaz de alicerçar o futebol Amazonense. E essa antiga situação do Rio Negro Clube, Um ícone desse futebol. Serve como exemplo. Que Pena!..

Reply

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...