Técnico do Audax diz que meta é ficar no G8 na partida com Iranduba pelo Brasileiro Feminino da A1

96

Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória

Em sexto lugar com 16 pontos na tabela, o Grêmio Osasco Audax busca se manter no G8 diante do Iranduba, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1. A partida será neste domingo, às 17h (18h de Brasília), no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade. Na rodada anterior, as meninas Vermelhinhas perderam para o São José-SP por 1 a 0.

Com passagem por São Bento, Tupã, Osasco FC, União Barbarense, mas pela primeira vez no feminino, o treinador Vitor Mosca, 43 anos, no comando da equipe desde maio, disse que a meta é ficar entre as oito na classificação geral, mas mostra preocupação com Iranduba, que precisa vencer em casa.

– Nosso objetivo é permanecer no G8 para conseguir essa tão sonhada classificação e vamos em busca de permanecer isso. O atual momento delas, não é positivo, porque é uma equipe que busca sair dessa situação desconfortável que se encontra, e nós buscamos permanecer no G8. É um jogo de muita dificuldade, muita entrega, onde tanto para nós, quanto para elas é muito importante – comentou ao SportsManaus.

Sem muito tempo de recuperação, depois da partida na última quinta-feira (11/7) quando foi derrota em casa para o São José, o treinador admite sua preocupação com fator físico, mas confia no poder de recuperação do elenco, para isso, foi feito um estudo.

– Sim, nós tivemos um jogo de intensidade muito alta e tivemos uma viagem para Manaus, onde sabemos as dificuldades que vamos encontrar. Trabalhamos com fisioterapeuta e o preparador físico com as jogadoras que jogaram, mas vamos em busca dos três pontos. Eu e o analista Caio, estudamos o Iranduba nos últimos jogos, mas o foco maior é se preocupar com a nossa equipe, corrigir o que erramos contra o São José e buscar melhorar a nossa evolução para fazer um grande jogo – completou.

De acordo com Vitor Mosca, na medida em que o campeonato vai afunilando, agora todos os jogos são encarados como uma verdadeira decisão, pois todos vão brigar para ficar entre os oito classificados para próxima fase.

– Com certeza, para mim desde quando cheguei no clube, os dois jogos do Campeonato Paulista, na qual a equipe não tinha chance nenhuma, eu tratei como decisão, até porque devido a característica de trabalho de competividade muito grande, nós gostamos sempre jogar para vencer – finalizou.



Paulo Rogério

I live in Brazil, in the city of Manaus, which hosted 2014 World Cup matches, the Olympic 2016 men's and women's football tournament. I'm Paulo Rogério Veiga, 51, a reporter, journalist and owner of sports portal www.sportsmanaus.com.br. I would like to inform you that I have received material from FIFA for 35 years, in addition to Conmebol and UEFA. I have also been editor of globoesporte.globo.com/am/ portal. I am working as a press and publicity advisor to leverage your company, product, brand, your soccer career, whether player, coach, club, manager, any professional that Works and conducts business in football. I am a professional / base player agent and a soccer coach. I have contact with agents, international agencies, academies, intermediaries, scoutings, among others in Brazil and in world football, including with signed contract. Another work I do is to attract potential investors to sponsor clubs in Brazilian football, which seek to gain their place in the regional, national and even international scenario. Contact us. E-mail: paulo.imprensa@hotmail.com pauloimprensa@gmail.com Contact: +55 (092) 3629-0651 (office) +55 (092) 99171-9226 (live / watsapp). Leia mais em sobre o editor clicando aqui.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.