SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

“Já passou por times grandes do Brasil”, afirma diretor do Amazonas sobre futuro treinador

Foto: Divulgação / facebook 

Após a saída de Lecheva para o Fast Clube, o Amazonas FC, não perdeu tempo, e já tem na mira um novo treinador para disputa do Campeonato Amazonense, Copa do Brasil, Brasileiro da Série D e Copa Verde de 2021. Depois de ser confirmado pela resolução da FAF para as competições nacionais, a equipe garantiu vaga, devido ao índice técnico no Campeonato Amazonense, terminando em primeiro lugar na classificação geral, com 24 pontos.

O Amazonas aguarda a decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD/AM), sobre a cautelar inominada impetrada por Nacional e Fast Clube contra a decisão da federação que, deu por encerrado o estadual sem campeão e rebaixamento e ainda confirmando Amazonas, Manaus e Penarol para o calendário nacional. O julgamento da ação deve ser julgada na próxima semana.

O diretor de futebol da Onça-pintada, Lissandro Breval, não quis revelar o nome do novo comandante ao SPORTS MANAUS, mas admitiu que o clube já tem fechado para a próxima temporada.

– O treinador já passou por times grandes do Brasil. Ele é de outro estado e tem uma experiência boa a nível nacional, mas nunca passou pelo futebol amazonense. Temos um contato, mas falta a confirmação do calendário do ano que vem para fechar com ele. Nosso trabalho está previsto para começar dia 1º de novembro – frisou.

De acordo com o dirigente do Amazonas, tudo está sendo planejado para montar um elenco de qualidade para disputar as quatro competições, mas lamentou a questão que será julgado pelo tribunal.

– Vamos correr atrás do prejuízo, temos que ter um time competitivo e entrosado. O objetivo agora é esperar a confirmação do nosso calendário. O Lecheva vai ter sempre portas abertas no Amazonas. Chegamos até aqui em virtude do trabalho da parte técnica, mas vamos ter outro nome para continuar nosso trabalho – afirmou Lissandro.

Outras postagens...

Nota de esclarecimento

Paulo Rogério

A 180 minutos do acesso à Série A1 do Brasileiro Feminino, atleta do JC Itacoatiara acusa presidente da FAF, deputado Rozenha, de fazer politicagem e não liberar verba para o futebol feminino

Paulo Rogério

O bom filho a casa torna: Hamilton está de volta ao Manaus

Paulo Rogério