SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Presidente do Brusque-SC explica contratação de Hamilton e nega interesse em Rossini

Foto: Divulgação / Brusque

Depois de muito mistério, o atacante Hamilton, um dos destaques do Manaus no vice-campeonato do Brasileiro da Série D e goleador com oito gols, foi anunciado como novo reforço do Brusque-SC, nesta terça-feira, 3/9. O Quadricolor que perdeu alguns jogadores e o treinador depois do título nacional, buscou no seu adversário reforçar para Copa Santa Catarina. O contrato do jogador vai até o final da competição, mas com possibilidade de continuar na próxima temporada. Hamilton, já desembarcou na cidade de Brusque e nesta quarta-feira, 4/9, se apresenta, passa por exames médicos e depois inicia seu trabalho no clube.

No interior de Santa Catarina, o presidente do Brusque, Danilo Rezini, afirmou ao SportsManaus, que a negociação com jogador ocorreu como acontece com qualquer clube do futebol brasileiro quando precisa de um bom atleta em seu elenco.

Presidente disse que só houve interesse do clube no Hamilton do Manaus (crédito: Reprodução)

– Quem fez os contatos foi meu departamento de futebol, com André e o Carlos. Eles conversaram com o atleta e o contrato dele estava expirando no final do mês. Acho normal, ele aceitou a proposta do Brusque, até para mudar um pouco de ares. Acho que é bom ele vir para o Sul e mostrar seu trabalho – explicou, mas sem revelar os números do contrato com Hamilton.

– Não posso falar os valores, mas certamente foram valores normais dentro do Brusque. Acho que o atleta mais veio para estar num mercado diferente no sul do país, me parece que nunca esteve por aqui. E aqui ele vai ter uma visibilidade muito grande e essa foi a questão – finalizou o presidente.

De acordo com dirigente campeão da Série D, o único jogador que interessava ao clube foi o Hamilton e não havia interesse por outros atletas do Manaus. Segundo ele, o clube em nenhum momento agiu de forma incorreta ao procurar Hamilton, pois tudo foi tratado de uma forma transparente.

– Não tivemos interesse por outros atletas, nem o Rossini em nenhum momento, apesar de ser um belo jogador. O Brusque só buscou acordo e a contratação do Hamilton. Nós somos profissionais, temos ética e fizemos tudo dentro da normalidade. Como levaram atletas do Brusque, nós pegamos do Manaus, como poderia ser de outro clube. Não vejo nenhum tipo de problema nisso, pois houve interesse do jogador em vir para cá também. O Brusque claro, ofereceu uma condição de repente talvez melhor do que ele tinha no Manaus. Foi isso que aconteceu – frisou e ainda afirmou.

– Não vejo problema nenhum, a diretoria do Manaus pode ficar tranquila. Nós somos um clube que temos ética e profissionalismo. Agora contratar jogador de outra equipe é normal no futebol brasileiro e mundial. Quero manter um bom relacionamento com Manaus, mesmo porque não fizemos nada que mude o nosso relacionamento, pois fizemos um trabalho extremamente profissional – finalizou.

Outras postagens...

“Vamos buscar o resultado com inteligência”, diz técnico do Naça sobre o primeiro jogo da semi com Manaus

Paulo Rogério

Manaus FC anuncia contratação do zagueiro Danilo Costa

Paulo Rogério

Na estreia pelo Brasileiro Feminino A2, 3B da Amazônia vence o Botafogo-PB por 3 a 0, no Almeidão

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...