SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Em jogo marcado por muita reclamação da arbitragem, Rio Negro e Iranduba empatam pelo Amazonense

Em jogo marcado por vacilos da arbitragem para ambos os lados, Rio Negro e Iranduba empataram em 2 a 2, pela 6ª rodada do Campeonato Amazonense da Série A, na tarde desta quarta-feira (15), no Estádio Ismael Benigno, a Colina. No quarto empate na competição, o Galo da Praça da Saudade, fica em sétimo lugar, com apenas quatro pontos. Já o Hulk da Amazônia, ainda continua em penúltimo colocado, com dois pontos na tabela.

Pela 7ª rodada, o Rio Negro vai em busca de sua primeira vitória diante do Operário, no domingo, 19/2, às 15h30 (16h30 de Brasília), na Colina. Depois de escapar a primeira vitória, o Iranduba vai enfrentar um adversário difícil: o Manaus FC. A partida será no sábado, 18/2, às 15h30, na Colina.  

Jogo

Com o tempo fechado e com chuvas a todo momento, a partida era decisiva para as duas equipes no campeonato. Aos 10 minutos, o Rio Negro cria pela direta uma boa jogada. Após uma cobrança de falta, Lucas testou de cabeça contra a meta do goleiro Victor Hugo.

Com o campo pesado e escorregadio, o jogo foi muito duro de ambos os lados, na disputa de bola, mas sem muita definição na posse de bola, com variação nas jogadas, o que deixou bem aberto para quem aproveitasse melhor as oportunidades.

Aos 25 minutos, em um lance no ataque, o Galo da Praça da Saudade perdeu a bola e Wesley na sequência do lance, acabou pisando no zagueiro do Hulk da Amazônia, sem ter disputa de bola, e foi expulso direto pelo árbitro Dimmi Yuri das Chagas.

Com um jogador a mais, o Hulk ficou mais ousado. Aos 28 minutos, Cristiano pela esquerda bate de longe, mas muito fraco a esquerda do goleiro Lucas do Galo.

O Iranduba queria aproveitar a vantagem numérica em campo para sair na frente do placar. Aos 32 minutos, o Hulk cobra tiro de canto pela esquerda na área. Maycon no segundo entre os zagueiros tocou de cabeça com perigo.

O Rio Negro aproveitou um lance de oportunismo na área e abriu o marcador. Aos 37 minutos, pela esquerda Kandem na área toca para Matheus Sacramento na pequena área apenas tocou para abrir o marcador, 1 a 0.

Aos 40 minutos, quase o Hulk chegou ao empate. Bola na área e na sobra Celso bate forte, mas a bola passou à direita de Lucas do Galo com perigo.

Segundo tempo

Com um jogador a mais em campo, mas em desvantagem no placar, o Iranduba partiu para cima do time Barriga Preta em busca do empate.  

Aos 15 minutos, após um tiro de canto pela esquerda, o Hulk da Amazônia chegou ao gol de empate. Depois de uma bola na área, o zagueiro Léo Rito bateu com categoria no ângulo esquerdo para empatar, 1 a 1.

Com o gol marcado, o Iranduba acreditou mais ainda e pressionou o Rio Negro. Aos 23 minutos, tiro de canto pela esquerda do Hulk na área, o jogador Maycon de baixa estatura no segundo pau tocou de cabeça para virar o placar, 2 a 1.

Aos 34 minutos, em uma jogada na área do Hulk, quando a bola foi lançada pela direita, o goleiro Victor Hugo fora do lance atinge o atacante Vitinho. Os jogadores do Galo reclamaram com a árbitra assistente 1, Adriana Costa Farias, o lance na área. O árbitro reserva, Freddy Rafael Lopez Fernandez, chamou o árbitro e acusou o lance irregular do goleiro e marcou pênalti. Aos 40 minutos, Matheus Sacramento bateu no canto esquerdo de Victor Hugo para empatar, 2 a 2

Ficha técnica:

Data: 15/02/2023 – quarta-feira

Motivo: Campeonato Amazonense da Série A – 1ª fase / 6ª rodada

Jogo: Rio Negro 2×2 Iranduba

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina – Manaus-AM

Horário: 15h30 (16h30 de Brasília)

Renda: —

Público pagante: —

Árbitro: Dimmi Yuri das Chagas

Árbitros Assistentes: Adriana Costa Farias e Anne Kesy Gomes de Sá

Gols: Matheus Sacramento 37min 1ºt e 41min 2ºt pênalti (Rio Negro) e Leo Rito 15min 2ºt e Maycon 23min 2ºt (Iranduba)

Advertências: Maycon, Keven, Negueba, Cristiano, Victor Hugo, Alexandre e Fábio (Iranduba) e Vitinho e Rubran (Rio Negro)

Expulsão: Wesley (Rio Negro)

Rio Negro: Lucas, Magnum, João Paulo (Eudes), Rubran, Maxwell, Lucas (Antony), Wesley, Kandem (Tiago Amazonense), Luís (Leonardo), Matheus Sacramento e Ronaldo (Vitinho). Técnico: João Carlos Cavalo.

Iranduba: Victor Hugo, Belarmino, Leo Rito, Fábio, Cristiano, Maycon (Alan Parintins), Foguinho, Celso, Keven (Kayck), Thiago (Cocote) e Negueba (Mateus) (Alexandre). Técnico: Cleber Paulista.

 

 

 

 

Outras postagens...

Adversário do Fast na Copa do Brasil Sub-17, técnico do Cuiabá-MT diz: “O sonho de todos é avançar de fase”

Paulo Rogério

Fora de casa na estreia da Série B, atacante do Sport quer um bom resultado diante do Amazonas FC e alerta: “O empate não é satisfatório”

Paulo Rogério

Hulk decide, Atlético-MG vence o América-MG outra vez e fatura 48º título do Mineiro

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...