SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Pelo BR Feminino, apesar da boa campanha, técnica do Bragantino alerta sobre o JC-AM: “Será um grande jogo”

Sem ter sofrido gols e 25 gols marcados, o Red Bull Bragantino joga com o JC-AM fora com todo favoritismo da campanha realizada na 1ª fase

Foto: Divulgação / Red Bull Bragantino 

Com uma das melhores campanhas na primeira fase, com cinco vitórias, além do ataque mais positivo com 25 gols e a defesa menos vazada, sem sofrer gols, o Red Bull Bragantino-SP, entra nas oitavas de final do Campeonato Brasileiro Feminino A2 credenciada ao acesso e o título da temporada. Pela frente, as meninas do Massa Bruta enfrentam o debutante JC-AM. O primeiro jogo será na segunda-feira, 28/6, às 15h (16h de Brasília), no estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara (a 276 km da capital). O jogo de volta pelo mata-mata, será no dia 4 de julho, às 14h (15h de Brasília), no CFA – Jarinú – na cidade de Jarinu, em São Paulo.  

A ex-jogadora do futebol universitário norte-americano, formada na base do Internacional, Camila Orlando, 36 anos, mesmo com uma boa campanha, ao lado de Atlético-MG, Vasco e Ceará, não considera sua equipe favorita no primeiro jogo. Para a jovem treinadora, tudo se define dentro de campo.

Camila confessou que tem informações do time amazonense que vão ajudar em campo (Foto: Divulgação / Red Bull Bragantino)

– Cada jogo é um jogo, ainda mais se tratando de uma partida de mata-mata. Apesar de estarmos muito feliz com a campanha até aqui, sabemos que será um grande jogo e precisamos redobrar nossa atenção – alertou Camila ao SPORTS MANAUS, mas ressaltou os números conquistados na primeira fase, que deixam as adversárias em total alerta.

– Sem dúvida, é um resultado expressivo. Acho que chama atenção sim, isso quer dizer que as equipes vão estar mais preparadas para jogar contra a gente, o que torna o nosso estudo e dedicação ainda mais fundamentais – comentou.

Jogando fora e diante de uma equipe que realizou uma boa campanha, Camila Orlando, já tem as informações que necessitava um pouco mais do time amazonense para não ser surpreendida.

– O JC é um time que evoluiu dentro da competição e fez contratações no terceiro jogo. Estamos fazendo uma leitura do elenco delas, mas sabemos que tem jogadoras com experiência, que já jogaram a A2 ano passado. Não será nada fácil – confessou. 

 

Outras postagens...

No Qatar, presidente do 3B realiza sonho e vibra com a virada do Flamengo no Mundial de Clubes

Paulo Rogério

Ex-goleiro do Cruzeiro, Welington Fajardo assume Manaus com desafio do Amazonense e Série D

Paulo Rogério

Depois de fato negativo, Penarol tem atitude exemplar no Amazonense e secretário da Sejel parabeniza clube

Paulo Rogério

Leave a Comment

العربية简体中文EnglishFrançaisDeutsch日本語PortuguêsEspañol