SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

Presidente do Princesa volta após 19 anos e diz: “Primeiro pensando no Amazonense e depois na Série D”

Na FAF, o dirigente trabalhou por 18 anos como diretor de futebol do interior.

Foto: Arquivo pessoal

Eleito com a chapa “Princesa Nosso Orgulho”, Lázaro D’Ângelo, e sua diretoria, na manhã desta quinta-feira (26), tem a missão de levar o Tubarão do Norte de volta ao caminho das conquistas, a começar pela disputa do Campeonato Amazonense da Série A 2024. Outro projeto importante na próxima temporada, é a participação no Campeonato Brasileiro da Série D, mas com a meta de ir longe e quem sabe até lutar pela vaga na Série C de 2025.

De volta, após seu primeiro mandato há 19 anos, quando ficou por três anos no cargo, o presidente afirmou que é um grande desafio voltar a comandar o clube. Segundo ele, o Princesa terá pela frente um campeonato muito competitivo, em virtude dos adversários que vão investir para a participação nas competições nacionais.

– Sei da responsabilidade de tocar o Princesa pelas cobranças, tem uma torcida fanática, além de representar o município de Manacapuru. Nós sabemos que o campeonato vem muito forte. A gente vai trabalhar primeiro pensando no Amazonense e depois na Série D, porque na competição se trabalha com jogadores, já visando se fortalecer para outro momento, que é a Série D – explicou ao SPORTS MANAUS.

De acordo com o gestor do Tubarão, na próxima temporada, ele quer reviver os grandes momentos do clube no futebol amazonense, quando usava o fator casa como grande aliado para conseguir bons resultados, além da presença do torcedor.

– A primeira coisa que eu falei para o João Carlos Cavalo, nosso treinador, foi que o Princesa dentro de Manacapuru é considerado quase imbatível. Ultimamente, não está sendo assim. A gente vai cobrar isso, vai querer que a nossa casa seja o alçapão. A gente sabe que os outros clubes vêm com investimento forte, como o Amazonas, Manauara e o Manaus por terem calendário. Fiquei sabendo, que outro que deve vir forte é o Unidos do Alvorada – alertou Lázaro.

Sobre os futuros investidores e patrocinadores do Princesa na temporada, o dirigente explicou que tudo está sendo tratado dentro do planejamento, mas com muito empenho para a montagem do time.

LEIA MAIS:

– O Princesa tem a prefeitura de Manacapuru, pois o prefeito é um grande patrocinador deste ano do time. A gente já conversou com ele, estamos contactando com algumas pessoas, alguns empresários para que possamos ter um recurso para montar uma equipe forte – disse, mas ainda acrescentou.

– Eu acredito que o orçamento mensal do estadual girou em torno de R$ 70 a 80 mil mensal nessa faixa, baseado em valores deste ano. Na Série D, será um investimento mais pesado, mas aí tem o recurso a mais da CBF que dará um suporte maior, mas nosso foco é o Campeonato Amazonense, porque a Série D vem na sequência – finalizou o presidente.

 

 

 

 

Outras postagens...

Flamengo bate Fortaleza e fica a 6 pontos da liderança do Brasileirão

Paulo Rogério

Presidente do Princesa negocia apoio da prefeitura de Manacapuru e retorno de Maddy e Holofernes

Paulo Rogério

Na volta ao Nacional como auxiliar técnico, Carlos Tozzi avisa: “Já estamos vendo os jogadores”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...