SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Técnico do Nacional reconhece jogo difícil com Manaus, mas espera surpreender pelo Amazonense

Foto: João Normando / FAF

Sem vencer há três jogos e fora do G4, na sexta colocação, com oito pontos, o Nacional tem um compromisso dificílimo pela frente com o Manaus, em jogo atrasado pela oitava rodada do Campeonato Amazonense. A partida será neste domingo, 11/4, às 15h30 (16h30 de Brasília), no Estádio Carlos Zamith, zona Leste. O Leão da Vila Municipal ainda tem dois compromissos na fase classificatória e precisa de duas vitórias para ficar entre os quatro melhores classificados. Com isso, garantiria a vantagem nos dois compromisso do mata-mata na próxima fase.

Sabendo das dificuldades que vai encontrar diante da qualidade técnica do adversário, além de ser o líder invicto do estadual, o técnico Alan George, afirmou que o trabalho realizado na semana foi para o time conquistar um bom resultado.

– É verdade, nós sabemos da importância desse jogo, pela qualidade da equipe que vamos enfrentar. É um time bem entrosado, rápido, mas para isso trabalhamos a semana toda para neutralizar os pontos fortes do Manaus. Com isso, queremos surpreender naquilo que estamos armando a nossa estratégia de jogo. O importante é buscarmos a vitória, porque temos dois jogos para buscarmos o nosso espaço no G4, e conseguirmos a vantagem no mata-mata – completou ao SPORTS MANAUS, mas ainda ressaltou.

– A reabilitação é procurada toda partida. O comprometimento desse grupo e a dedicação, falo isso para os torcedores que estamos muito empenhados, mas infelizmente as últimas partidas não conseguimos os resultados que a gente queria. Nós vamos procurar fazer isso nesse jogo com muito estudo, trabalho, dedicação e comprometimento do time. O elenco está muito imbuído e focado para que isso aconteça – justificou o treinador.

Para a sequência do campeonato, o Naça não contará mais com o experiente meia Flamel, que foi para o Moto Club-MA. Para Alan George, o jogador vai fazer muita falta, mas disse que trabalhou com outra reposição dentro do grupo.

– Nós sabemos que perdemos um jogador de muita qualidade. É um jogador que é referência, tem uma experiência muito grande, onde qualquer equipe queria ter um maestro desse tipo. Trabalhamos muito, tanto na formação tática, mas também em um jogador que possa suprir a ausência dele para encontrar essa situação e esse atleta contra o Manaus, que vai ser muito importante o encaixe desse atleta para surpreender o adversário – concluiu.

 

Outras postagens...

Com bola na trave e gols perdidos, Librade empata com Fast Clube e deixa escapar o título do Amazonense Sub-20

Paulo Rogério

Nacional vence o Trem-AP, mantém a liderança e garante sua vaga antecipada para a próxima fase da Série D

Paulo Rogério

Pela Copa Verde, Fast Clube não resiste e é eliminado pelo Independente-PA

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...