SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

“A decisão foi tomada em acordo”, afirma árbitra Edina Alves FIFA/SP, sobre o adiamento da final do Campeonato Amazonense

A decisão de sábado, passa a ser neste domingo, 23/4, às 10h (11h de Brasília), no Estádio Carlos Zamith.

Após entrar em campo com os capitães Rafael Tavares, do Amazonas e Iury Tanque, do Manauara, além do presidente da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol (Ceaf), Weden Cardoso e representantes da FAF, Thiago Durante e Rodrigo Novaes, para avaliar as condições do gramado, após o forte temporal que desabou hora antes da final do Campeonato Amazonense da Série A, a árbitra Edina Alves Batista (FIFA/SP), em comum acordo com os presidentes dos dois clubes e da federação, Ednailson Rozenha, comunicou o adiamento da decisão para este domingo, 23/4, às 10h (11h de Brasília).

De acordo com Edina Alves, que nem precisou percorrer toda a extensão do gramado do Carlos Zamith, houve bom senso entre todos para a não realização do confronto, mas principalmente os dois clubes também optaram por não jogar em um campo com estado difícil para a prática do futebol.

– A gente seguiu todo o protocolo, e a decisão foi tomada em acordo, junto com as duas equipes, tanto os dois capitães, os dois presidentes, eu como arbitragem e ainda o pessoal representando a FAF. A federação quer o melhor para as equipes, enfim, os dois capitães, como os dois presidentes, que não quiseram que o jogo acontecesse por causa do campo e do clima. A gente tem que preservar a integridade física do atleta. Esse jogo vai ser amanhã (domingo) – declarou ao SPORTS MANAUS.

Para a experiente árbitra, que apitou no primeiro jogo da final do Paulistão deste ano, sendo a primeira árbitra a atuar em um Mundial de Clubes da FIFA, além de ter participado na Copa Mundial de Futebol Feminina da FIFA em 2019, não havia outra alternativa, principalmente para assegurar a integridade física dos atletas.

– Eu quero o melhor para as equipes. Eu não vou apresentar um excelente espetacular lá no campo, mas sim os jogadores, porque eles são mais importantes do que eu. O que eles decidirem para mim, é o que a gente vai fazer. Os dois não quiseram jogar, ou seja, a decisão foi tomada em conjunto, e sei o que é melhor para os jogadores – disse Edina, mas ainda acrescentou.

LEIA MAIS:

– O futebol quem tem de aparecer são eles, e não eu da arbitragem. Estou muito feliz, que os dois juntos tomaram a decisão e não teve nenhum problema de querer uma coisa e outro diferente. Os dois juntos tomaram a decisão, e isso é bom para o futebol, ou seja, é a união entre os dois – comentou a árbitra da FIFA, desde 2016  

Foi decidido pelo Amazonas, mandante da partida, que a grande final será de portões abertos. Para os torcedores que compraram os ingressos, todos serão ressarcidos, que posteriormente será divulgado pelo clube.  

 

 

 

Outras postagens...

Na estreia, Manaus enfrenta Santos-AP fora e Fast Clube o São Raimundo-RR em casa pela Série D

Paulo Rogério

Amazonas vence a Portuguesa-RJ, garante acesso à Série C de 2023 e pega o Pouso Alegre-MG na semi da Série D

Paulo Rogério

“O Fast é uma equipe qualificada”, define o técnico do São Raimundo-RR, mas a meta é vencer pela Série D

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...