SportsManaus
COPA DO BRASILFUTEBOLFUTEBOL NACIONAL

Vasco joga mal, empata com o ABC e é eliminado da Copa do Brasil nos pênaltis

Da redação do Sports Manaus, com informações – LANCE! – Joel Silva – 16/03/2023 – 23:49 – Rio de Janeiro (RJ)

Cruz-Maltino empata em 0 a 0 e teve que decidir a vaga na marca da cal. Pedro Raul e Orellano desperdiçam as cobranças. Léo Jardim não faz nenhuma defesa.

Foto: Daniel RAMALHO/VASCO

Vasco está eliminado da Copa do Brasil, após cair nos pênaltis para o ABC, em São Januário. O Cruz-Maltino empatou em 0 a 0 em uma atuação tecnicamente muito ruim. Com o resultado, a decisão foi para os pênaltis. Pedro Raul teve a bola do jogo, mas isolou. Nas alternadas, foi a vez de Orellano chutar para fora. Na sequência, Wellington Reis deu a classificação ao time potiguar. 

O Vasco volta a jogar no próximo domingo, contra o Flamengo, no Maracanã, pelo segundo jogo da semifinal do Campeonato Carioca. Na primeira partida, o Cruz-Maltino perdeu por 3 a 2 e para chegar até a decisão, precisa vencer o confronto. 

IMPRECISÃO EM CAMPO

Em casa e com o apoio do seu torcedor, o Vasco buscou se impor desde o início da partida, tendo maior posse de bola. Apesar da troca de passes, o Cruz-Maltino não conseguiu ter o domínio das ações, já que o ABC foi mais perigoso na primeiro tempo, sempre nos contra-ataques. O time de Barbieri demonstrou muita previsibilidade, o que facilitou a marcação adversária. Quando tentou na individualidade, também ficou devendo. 

IMPACIÊNCIA FORA DELE

Os erros técnicos, seja de passe ou de decisão pela melhor jogada, irritaram os torcedores, que já se comportava diferente antes mesmo da bola rolar. Devido ao aumento do preço dos ingressos, um protesto foi organizado e a arquibancada não contou com bateria e bandeiras, mudando o clima da partida. Sem o apoio de costume e numa noite tecnicamente ruim, deram contornos dramáticos para o segundo tempo. 

PANORAMA SE REPETE

Os erros e a falta de inspiração permaneceram no segundo tempo e conforme o tempo foi passando, a ansiedade também virou um complicador para o Vasco. O time seguiu sem criar oportunidades claras. Puma e Gabriel Pec tentaram de fora da área, mas o goleiro defendeu ambas sem dificuldade, naquelas que foram as duas primeiras finalizações certas do Cruz-Maltino na partida. 

SANGUE NOVO

Sem inspiração, coube ao Vasco oxigenar seu ataque para que, no abafa, conseguisse vencer a retranca do ABC. Orellano, Nenê e Erick Marcus entraram, mas apenas o cria da base conseguiu realizar jogadas de perigo. Foi através dele que o Cruz-Maltino teve a melhor chance, após um chute forte de fora da área defendido pelo goleiro Simão. 

E VAMOS PARA OS PÊNALTIS

Com o empate em 0 a 0, a decisão foi para os pênaltis. Jair cobrou o primeiro do Vasco e converteu. Rafael Silva também, para o ABC. Miranda, que cobrava nos tempos de base, não decepcionou e fez o dele. Raphael Luz chutou alto e empatou. Nenê foi o terceiro pelo lado vascaíno e venceu o goleiro com categoria, para explodir a torcida, que ficou ainda mais empolgada após Walfrido chutar na trave. Puma Rodríguez foi o quarto a cobrar e acertou o ângulo. Com o acerto de Afonso, coube a Pedro Raul cobrar o pênalti da classificação, mas o atacante isolou. Alemão marcou e empatou a decisão. Vamos para as alternadas. 

SOFRIMENTO E ELIMINAÇÃO

Léo abriu as cobranças alternadas e colocou o Vasco na frente. O zagueiro Walber, ex-Vasco, também fez o dele. Orellano foi o sétimo a cobrar para o Vasco, mas assim como Pedro Raul, isolou a bola. Coube a Léo Jardim salvar o Vasco, mas Wellington Reis deu a classificação para o ABC. 

FICHA TÉCNICA
COPA DO BRASIL – SEGUNDA FASE
VASCO 0 (6) X (5) 0 ABC

Data e horário: Quinta-feira (16/03/2023), às 21h30 (de Brasília)
Local: São Januário, Vasco da Gama, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli da Silva (MG-FIFA)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG-FIFA) e Marcyano da Silva Vicente (MG)
Público/Renda: 12.827 (pagantes), 13.329 (presentes); R$ 1.090.015,00
Cartões Amarelos: Marcio Azevedo, Simão, Daniel, Richardson, Jhonathan (ABC); Maurício Barbieri (Vasco)
Cartões Vermelhos:
Gols: 

​VASCO (Técnico: Mauricio Barbieri)

Léo Jardim; Puma Rodríguez, Capasso (Miranda), Léo e Lucas Piton; Andrey Santos (Rodrigo), Jair, Gabriel Pec (Orellano), Alex Teixeira (Nenê) e Marlon Gomes (Erick Marcus); Pedro Raul.

ABC (Técnico: Fernando Marchiori)
Simão; Alemão, Afonso, Richardson (Walber) e Marcio Azevedo (Jhonathan); Daniel (Jean Patrick), Walfrido, Raphael Luz e Wellington Reis; Paulinho Moccelin (Maycon Douglas/intervalo) e Falipe Garcia (Rafael Silva).

 

 

 

 

 

Outras postagens...

Em busca da vitória diante do Amazonas na Série D pelas oitavas, técnico do Lagarto-SE avisa: “Temos que ter sabedoria e paciência”

Paulo Rogério

Em jogo-treino, São Raimundo goleia a equipe do Amigos do Abraão por 10 a 1

Paulo Rogério

Em sua primeira participação no BR feminino A3 e adversário do Tarumã-AM, técnica do Rio Negro-RR confessa: “A competição em si tem muita visibilidade”

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...