SportsManaus
FUTEBOL AMAZONENSE

Fast empata com Nacional e decide primeiro turno com Penarol

Não foi um grande jogo, mas no final o Fast Clube empatou com Nacional em 1 a 1, garantindo vaga na final do primeiro turno, do Campeonato Amazonense da Série A. Com a melhor campanha na primeira fase, o Tricolor de Aço jogava com a vantagem do empate e usou o regulamento para chegar na decisão. O clássico Pai e Filho pela semifinal, foi realizado na noite desta quarta-feira, 6/3, no estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade. 

Na outra semifinal, o Penarol venceu o Princesa do Solimões por 1 a 0, também nesta quarta-feira, no estádio Floro de Mendonça, na cidade de Itacoatiara (a 270 km da capital). A final do primeiro turno, entre Fast e Penarol, será neste sábado, 9/3, em horário e local a ser definido pela FAF.

Apesar de ter a vantagem do empate, o treinador do Fast, Vladimir de Jesus, destaca a evolução da equipe, a partir dos jogos que assumiu o comando. Para ele, o grupo se empenhou ao máximo pelo resultado.

– Tivemos duas infelicidades, contra Sul América e Manaus, o que não foi demérito, porque jogamos bem essas partidas que perdemos. Tivemos dentro de campo muita disposição, garra e disposição tática. É um time aplicado a fazer o que nós determinamos. É uma equipe muito aguerrido, que buscou, lutou e teve competência de fazer o gol na hora certa, mas pecamos, porque tivemos chances de fazer dois ou três, mas desperdiçamos e precisamos trabalhar isso.

Apesar de alguns problemas, principalmente financeiro para contratar, Aderbal Lana, disse que o Nacional pecou muito em campo com as chances desperdiçadas, mas afirma que no segundo turno a expectativa é de um time muito melhor.

– Trabalhamos dentro de um orçamento pequeno, e esperamos melhorar no segundo turno e crescer um pouco mais. Acho que a equipe dentro do prazo que foi montado, fez uma campanha até que boa e temos que nos orgulhar disso, porque são jogadores oriundos de todos os lugares. Se for analisar, perdemos dois gols no primeiro tempo e agora no segundo, só o Romarinho perdeu três gols de cabeça. Teve uma que perdeu debaixo da trave e não conseguiu cabecear.

Jogo

Jogando com a vantagem do empate, devido a melhor campanha na fase classificaria, o Fast perdeu aos sete minutos, Guigui, no setor defensivo.
O primeiro lance de perigo foi do Nacional, aos 11 minutos. Pela esquerda, Guilherme domina e chuta por cima do goleiro, perdendo a chance de abrir o marcador.

Em campo, as equipes não conseguiam chegar próximo da meta de ambos os lados. O que se via era um jogo com lentidão e sem criatividade. Aos 32 minutos, depois de receber um passe de Igor que roubou do adversário, Ronan levou pelo meio da grande área e chutou cruzado no canto esquerdo, 1 a 0.

Aos 37 minutos, o Fast teve a chance de ampliar. No campo de defesa Gelvane lançou Valker, que passou por dois jogadores e quando entrou na grande área perdeu a chance de gol, mas na sobra Ronan tentou o chute em cima do goleiro.

O Nacional quase chegou ao empate. Aos 41 minutos, Paulinho Brasília chutou de canhota e quase marcou, mas a bola desviou na zaga. Em total desvantagem, Aderbal Lana sacou Paulinho e colocou o atacante Ray para mudar a partida. Aos oito minutos, Lana fez mais uma mudança, colocando o experiente Marinelson.  Aos 11 minutos, o Naça ataca com Ray, que domina de costas para grande área e no giro chuta no canto esquerdo, mas o goleiro toca e coloca para escanteio.

Aos 26 minutos, jogada pela esquerda com Guilherme, ao receber a bola tocou de primeira na grande área e depois de uma disputa, a bola entrou na confusão com o toque de Ray para empatar, 1 a 1. Aos 38 minutos, cobrança de falta frontal do Fast, Guilherme cobra e a bola bateu no travessão e não entrou.

Ficha técnica:

Jogo:  Fast Clube 1×1 Nacional

Motivo: Campeonato Amazonense da Série A /1º turno / Semifinal

Local: Estádio Ismael Benigno, a Colina

Horário: 20h

Renda:

Público pagante:  

Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior

Árbitros assistentes:  Luís Cláudio Rodrigues da Costa e Elivane Trindade da Costa

Gols: Ronan 32min 1ºt (Fast) e Ray 26min 2ºt (Nacional)

Advertências: ———-

Fast Clube: Roger Kath, Wagner Diniz, Guigui (Jurandir). Carlinhos Rocha, Gelvane, Valker (Juninho), Rafael Borges, Igor, Willian Sarôa, Ronan e Luciano (Caio). Técnico: Vladimir de Jesus.

Nacional: André Regly, Bernardo, Victor Hudson (João Pedro), Jordan, Guilherme, Mineiro, Paulinho (Ray), Paulinho Brasília (Marinelson), Jonas, Fabinho e Romarinho. Técnico: Aderbal Lana.

Outras postagens...

Atenção: participe do sorteio de cinco ingressos para Fast e Bahia pela Copa do Brasil Sub-20

Paulo Rogério

“Jogamos fora para ganhar”, diz técnico do Santos sobre jogo com Iranduba pelo Brasileiro Feminino

Paulo Rogério

Na reta final de preparação, Cliper mostra confiança para jogo com Amazonas pela Série B

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...