SportsManaus
FUTEBOLFUTEBOL AMAZONENSE

“Não podemos vacilar”, alerta o técnico do Parnahyba-PI sobre o Nacional-AM no jogo de volta da Série D

No primeiro jogo, o Tubarão venceu o Leão da Vila Municipal por 2 a 0, em seus domínios.

Foto: Lucas Marinho/ ASCOM Parnahyba

Após a boa vitória em casa, o Parnahyba-PI vive a expectativa de conquistar um grande feito na passagem de fase no Campeonato Brasileiro da Série D. O Tubarão encara mais uma vez o Nacional FC, com a segunda melhor campanha na primeira fase, mas que precisa fazer o resultado de três gols de diferença para se classificar. O confronto será neste domingo, 6/8, às 15h (16h de Brasília), no Estádio Ismael Benigno, a Colina, zona Oeste da cidade.

Com uma boa vantagem construída no primeiro jogo, o técnico Oliveira Canindé, sabe que agora o momento é totalmente desfavorável para sua equipe, pois espera uma partida extremamente difícil, em virtude da necessidade do Naça vencer por diferença de gols.

– O Nacional é uma equipe muito forte, jogando em Manaus ou fora. O Nacional é um expoente máximo do futebol amazonense. A gente conhece muito o clube, pois é muito conhecido nacionalmente, porque sabemos que não podemos vacilar. O que vamos fazer, será o nosso jogo, porque a gente sabe que todas as situações e não teremos vida mansa. Nós precisamos superar, independentemente da maneira como o Nacional se comporte, a gente sabe que vai vir pra cima, mas nós também acreditamos no potencial do grupo 0– completou ao SPORTS MANAUS.

De acordo com o comandante do Tubarão, agora conhecendo de perto seu adversário, ele conseguiu analisar melhor para montar seu esquema tático, mas principalmente acreditando na confiança do time para esse jogo decisivo.

– O adversário é sempre muito bom, pois conhecendo bem o Nacional você não pode ter medo nenhum de algum resultado, mas será um jogo complicado, independentemente de qualquer coisa. Passamos os dados para os atletas e trabalhamos em cima das dificuldades, que eles terão e o que poderão dificultar para nós – explicou, mas ainda destacou.

– Eu tenho certeza, que vão evoluir e nós estamos em evolução. Espero que todos mantenhamos essa mesma pegada e esse mesmo foco sabendo que podemos encarar o Nacional, e que podemos acreditar muito naquilo que desejamos para que as coisas aconteçam, embora conhecendo, respeitando, mas queremos passar de fase de todo jeito – alertou Canindé.

 

 

 

 

 

 

 

 

Outras postagens...

O amazonense Arlen, lateral do Audax vive a expectativa do jogo contra o Flamengo e diz: “Vai ser muito especial para mim”

Paulo Rogério

“Lutar pela classificação”, afirma técnico do Tombense-MG sobre jogo decisivo com Manaus pela Série C

Paulo Rogério

Endrick decide novamente, Palmeiras vence o Athletico-PR e iguala pontuação do líder Botafogo

Paulo Rogério

Leave a Comment

Este site usa cookies. Isto é necessário para que sua navegação seja mais eficiente. Não coletamos nenhum dado pessoal do seu navegador. Entendi! Leia mais...